Hérnia Discal

HerniaDisco2.jpg

A hérnia discal é uma das causas mais comuns de dor lombar. É provocada pelo vazamento do núcleo de um disco intervertebral devido à sua degeneração.

Os discos intervertebrais situam-se entre cada corpo vertebral e servem como suporte, amortecedor e almofada protectora entre cada uma das 24 vértebras que compõem a coluna. Cada um destes discos é constituído por duas partes: uma camada exterior dura, densa e forte e um núcleo central mole e gelatinoso. Funcionam como uma espécie de estabilizadores da articulação pois são suficientemente firmes para manter o espaço entre as vértebras e, ao mesmo tempo, suficientemente moles para se comprimirem quando a coluna se dobra, flecte, inclina e se vira de lado.

De uma forma resumida e simplificada podemos dizer que uma hérnia discal acontece quando existe uma ruptura na camada externa de um disco intervertebral que permite o vazamento da parte central, mole e gelatinosa, para a zona interior do canal vertebral. Este vazamento anómalo causa pressão ou irritação sobre a medula e/ou raízes nervosas.

As razões do aparecimento de uma hérnia discal não são ainda, totalmente, compreendidas mas na sua maioria são atribuídas a uma combinação dos seguintes factores:

  • Envelhecimento do disco

  • Factores genéticos

  • Factores de risco individuais - trabalhos e desportos que implicam levantamento de peso excessivo ou dobrar-se e virar-se excessivamente

A hérnia discal pode ocorrer em três segmentos distintos da coluna vertebral:

• Cervical – entre as vértebras no pescoço

• Torácica – entre as vértebras no tórax

• Lombar – entre as vértebras na parte inferior da coluna, acima da bacia

Os sintomas de uma hérnia discal podem ser vários mas em regra o primeiro é a dor de costas na área do disco, ou discos, que sofre alteração.

Se a hérnia for na região da cervical pode existir dor de pescoço, ombro, omoplata, braço e tórax, com dormência ou fraqueza no braço e ou dedos. Podem também surgir dores de cabeça e alterações da micção.

Se a hérnia for na região torácica os sintomas tendem a ser vagos, prolongados e muitas vezes enganosos. Pode existir dor nas costas, no tórax, no abdómen e nas pernas, com dormência numa ou em ambas as pernas. Pode também existir incontinência intestinal ou de bexiga.

Uma hérnia na zona lombar pode provocar dor na parte inferior das costas, na coxa e na perna - dor ciática. Pode também existir dormência, formigueiro nas nádegas ou na perna do lado da dor. Em situações mais graves de hérnia discal lombar, o nervo é comprimido de forma mais extensa podendo desenvolver-se sintomas como: dor rectal, perda de controlo do intestino e da bexiga, dormência em redor da área genital, nas nádegas ou na parte de trás das coxas.

A Terapia de Bowen tem uma grande eficácia no alívio da dor causada pela hérnia discal evitando, muitas vezes, a necessidade de recorrer a tratamentos mais invasivos e os seus consequentes efeitos secundários.

Mais informações em www.filipataipina.com